Você > Notícias > Mutirão dos Correios entrega 3,5 milhões de cartas e encomendas

Mutirão dos Correios entrega 3,5 milhões de cartas e encomendas

Os Correios entregaram, neste fim de semana (8 e 9), cerca de 3,5 milhões de cartas e encomendas, no mutirão realizado nos 13 Estados em que há paralisação parcial. Participaram do mutirão mais de 6 mil trabalhadores.

O levantamento desta segunda-feira (10) mostra que 95,6% do efetivo dos Correios do Brasil não aderiu à paralisação — o equivalente a 119.902 trabalhadores. Todas as agências estão abertas e todos os serviços, inclusive o SEDEX, estão disponíveis — com exceção dos serviços de entrega com hora marcada em algumas localidades.

Nos locais em que há paralisação deflagrada, o movimento está concentrado na área de distribuição — do total de 21.370 carteiros que deveriam trabalhar hoje nesses Estados, 5.055 não compareceram (23,65%) — mais de 500 retornaram às atividades nesta segunda-feira. Em alguns Estados, o retorno correspondeu a cerca de 50% dos que estavam em greve. Foram registradas 99 unidades em que a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares (Fentect) não cumpriu a decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) de manter efetivo mínimo de 40% por unidade. A multa é de R$ 50 mil por dia.

Plano de saúde — Os Correios reafirmam que não haverá nenhuma alteração no atual plano de saúde dos trabalhadores, o CorreiosSaúde. Nenhuma mensalidade será cobrada, os dependentes regularmente cadastrados serão mantidos e o plano de saúde não será privatizado. Todas as condições vigentes do CorreiosSaúde serão mantidas, os percentuais de co-participação não serão alterados e os trabalhadores dos Correios não terão custos adicionais. Desde o início de janeiro, o plano CorreiosSaúde, que atende os empregados da ECT e seus dependentes, passou a ser operado pela Postal Saúde, registrada na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), com política e diretrizes definidas pela ECT. As regras do plano não foram alteradas.

Originalmente publicado em 10/02/2014