Você > Notícias > Plano de saúde dos Correios tem 45 mil autorizações no primeiro mês

Plano de saúde dos Correios tem 45 mil autorizações no primeiro mês

Cerca de 45 mil autorizações foram solicitadas no plano CorreiosSaúde entre 13 de janeiro e 12 de fevereiro, no primeiro mês de operação da Postal Saúde, caixa de assistência e saúde dos empregados dos Correios. O plano passou a funcionar com sistema totalmente informatizado, já utilizado por 10% de toda a rede de beneficiários.

Anita Alves Ferrari, 66 anos, dependente do plano CorreiosSaúde, usou o novo cartão, e faz elogios. "Facilitou a minha vida, porque quando ainda não existia o cartão, as minhas filhas, que são empregadas dos Correios, pegavam as guias e levavam para autorização, traziam as guias para mim, e só depois eu podia ir para a consulta. Com o cartão foi tudo automático, na mesma hora. Até as atendentes gostaram da novidade", disse.

Daniel Alves de Araújo, carteiro do Gama, cidade do entorno de Brasília/DF, é beneficiário da Postal Saúde. Sua dependente utilizou o cartão de identificação no Hospital Maria Auxiliadora para consulta de pediatria. Segundo Daniel, com a implantação da Postal Saúde o atendimento com o novo cartão foi eficaz e dispensou o uso de guias impressas: “Minha filha usou o cartão e o atendimento foi rápido”.

Benefícios — O modelo adotado permite que os beneficiários participem do Conselho Deliberativo e Fiscal da caixa de assistência. Os beneficiários passam a ter poder para atuar diretamente na gestão e fiscalização da atuação da Postal Saúde, o que não ocorria na modalidade anterior.

O plano CorreiosSaúde continua com as mesmas regras, o que é uma garantia para os beneficiários. Além disso, resolução da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) define que nos casos de transferência de carteira a nova operadora não pode alterar os direitos dos beneficiários.

Originalmente publicado em 14/02/2014